Poema do Cardeal Tolentino interpretado por Tony Ramos

Interpretado pelo ator Tony Ramos o poema-oração do cardeal Tolentino Mendonça leva confiança e esperança a um tempo tão sofrido, mas também de muitos ensinamentos.


Livra-nos deste vírus e de todos os outros.


Livra-nos, Senhor, deste vírus, mas também de todos os outros que se escondem dentro dele.


Livra-nos do vírus do pânico disseminado, que em vez de construir sabedoria nos atira desamparados para o labirinto da angústia.


Livra-nos do vírus do desânimo que nos retira a fortaleza de alma com que melhor se enfrentam as horas difíceis.


Livra-nos do vírus do pessimismo, pois não nos deixa ver que, se não pudermos abrir a porta, temos ainda possiblidade de abrir janelas.


Livra-nos do vírus do isolamento interior que desagrega, pois o mundo continua a ser uma comunidade viva.


Livra-nos do vírus do individualismo que faz crescer as muralhas, mas explode em nosso redor todas as pontes.


Livra-nos do vírus da comunicação vazia em doses massivas, pois essa se sobrepõe à verdade das palavras que nos chegam do silêncio.


Livra-nos do vírus da impotência, pois uma das coisas mais urgentes a aprender é o poder da nossa vulnerabilidade.


Livra-nos, Senhor, do vírus das noites sem fim, pois não deixas de recordar que Tu Mesmo nos colocaste como sentinelas da aurora.


José Tolentino Mendonça

Cardeal, poeta e teólogo português.

Atualmente é arquivista do Arquivo Apostólico do Vaticano e bibliotecário da Biblioteca Apostólica Vaticana, na Cúria Romana.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Basílica de São Geraldo

Site desenvolvido usando tecnologia Wix

Todos os direitos reservados.

  • YouTube
  • Instagram - White Circle
  • Facebook - White Circle