SÃO GERALDO E OS DOENTES


São Geraldo tinha um carinho especial para com os doentes. Constantemente visitava os enfermos. Muitas vezes conseguia, de Deus, o dom da cura para muito deles. Ele soube encontrar sempre Jesus nos doentes.

“Para uns, era o Cirineu que o ajudava a carregar a cruz do sofrimento e da dor; para outros, era uma Verônica a enxugar o suor e as lágrimas da difícil vontade de Deus; para outros, era como as filhas de Jerusalém que choravam no caminho da cruz de Jesus, para demonstrar compaixão, e ele também tentava colocar-se sob a pele do doente para sentir com suas angústias, suas aflições, suas dores, e assim, aliviá-los; para tantos foi um autêntico José de Arimatéia que se esforçava para tirá-los da cruz da dor ou, pelo menos, fazê-los ver os sofrimentos numa perspectiva de fé.

Geraldo via nisso uma forma concreta para identificar-se com o Cristo misericordioso e compassivo. Por isso tomou a firme resolução: “Todas as vezes que me for permitido, estarei sempre fazendo visitas aos doentes. Se possível, várias vezes por dia’” (Pe. Francisco Costa).


ORAÇÃO A SÃO GERALDO

Ó São Geraldo,

admirável por tantos prodígios operados

em favor daqueles que vos invocam,

socorrei-nos em nossas moléstias,

desventuras, combates de espírito, e em

todas as aflições que enchem de amargura a

esta vida. Além disso, defendei-nos de todos

os pecados, obtende-nos, por intercessão de Maria,

a graça de nos conformarmos à imagem de

Jesus Cristo, como vós, a fim de que, depois

desta vida, tenhamos a ventura de o

louvar eternamente convosco. Amém.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Basílica de São Geraldo

Site desenvolvido usando tecnologia Wix

Todos os direitos reservados.

  • YouTube
  • Instagram - White Circle
  • Facebook - White Circle