Basílica de São Geraldo

Site desenvolvido usando tecnologia Wix

Todos os direitos reservados.

  • YouTube
  • Instagram - White Circle
  • Facebook - White Circle

Jesus no quotidiano com seus discípulos

“Fiquem unidos a mim e eu ficarei unido a vocês...

Vocês não podem dar frutos se não ficarem unidos a mim”

(Jo15, 4)

A convivência de Jesus com seus discípulos dá um bom início de reflexão sobre o nosso quotidiano humano e cristão.
A pessoa de Jesus é o centro, porque Ele, Filho íntimo do Pai, o enviado para ser o ponto de referência para Deus e para o Homem, enviado com a missão de unir no amor a comunidade dos discípulos e por ela a comunidade humana. É a experiência da Comunidade divina (Santíssima Trindade) visibilizando aquela autêntica comunidade humana desejada pelo Pai. É uma comunidade rica, pela diversidade de idade, nível cultural, mentalidade, mas difícil.
As atitudes de Jesus no quotidiano no seu grupo escolhido incentivam um crescimento progressivo de cada membro, na medida de seus dons e carismas do Espírito, dando resposta pessoal e consciente. Jesus estava atento à vida de cada um, em suas necessidades espirituais e materiais.
Alguns exemplos: - Após a queda de Pedro, Jesus procurou-o, proporcionando- lhe ocasião de se conscientizar sobre a qualidade de seu amor... “Pedro, tu me amas?” – Uma atitude lastimosa, mas acolhedora para com Juda Escariotes, em crise... aceitando ser beijado por ele... “Judas, é com um beijo que entregas o Filho do Homem?”
– E o carinho com Tomé, permitindo que tocasse suas chagas, para acreditá-lo ressuscitado.
– E a paciência com a lerdeza de Felipe na aprendizagem do discipulado.
– E a sublime e enriquecedora caminhada com os dois discípulos, decepcionados, que voltavam para sua casa, em Emaus... Jesus postando-se como formador.
Percebemos no relacionamento de Jesus com seus discípulos um respeito sagrado à liberdade de cada um, relacionamento pessoal de amigo. Escuta, espera, não marginaliza, não desanima, dá chance de recuperação.
Desejos de Jesus a respeito da comunidade dos discípulos, extensivos a toda comunidade humana: - Permanecer unidos a Ele, como os ramos na videira; - vivendo como irmãos e irmãs; - Vivendo como servos uns dos outros; – Comunidade inserida no meio do povo; – em função do Reino de Deus; – participação das mulheres.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pe. Jésu Assis, C.SS.R.
Curvelo/MG

Compartilhe no Facebook
Please reload

Últimas notícias

10/12/2019

04/12/2019

Please reload