Basílica de São Geraldo

Site desenvolvido usando tecnologia Wix

Todos os direitos reservados.

  • YouTube
  • Instagram - White Circle
  • Facebook - White Circle

Culpabilidade / Sofrimento

 

"Deus só é ofendido por nós, porque agimos contra nosso próprio bem." 

(Tomaz de Aquino)

 

Fim de ano. Olhamos para trás, um turbilhão de lembranças embaralham nossa mente. Num verdadeiro cipoal de experiências entrelaçadas sobressaem experiências de ter falhado algumas vezes. A experiência de vivenciar a culpa é um problema, quando de maneira doentia: a pessoa perde a paz, sente-se por baixo, entra em depressão... e a culpa vai tomando conta, a pessoa sente-se como que arrastada... acaba numa verdadeira acusação sem acusador (Ricoeur). É preciso aprender a esquecer as lembranças negativas... pois elas nascem, também crescem e respiram e nos devoram. (Cfr. Fernando Sabino).

Há uma maneira positiva de vivenciar as experiências de culpa, assumindo a responsabilidade dos próprios atos, reconhecendo as fragilidades, tomando as providências cabíveis e, sobretudo conscientizando-se dos próprios procedimentos e acontecimentos felizes. Uma atitude que traz crescimento e maturidade.

Tudo muda mais ainda e é mais facilitado, quando, aqui principalmente no terreno do pecado, á luz a fé em Jesus Cristo, colocando-se consciente de um Deus que é amor, sentindo-se infiel a este amor, mas sabendo-se aceito por Ele e nele encontrando sempre abertas as portas da misericórdia. Jesus revela isto: conviveu com os pecadores, declarou que veio para perdoar, salvar e buscar para o Pai as ovelhas perdidas. Tudo isto é retratado na cena de Pedro, culposo e arrependido, diante de Jesus: "Afasta-te de mim, Senhor, porque sou um pecador! "... e a resposta imediata de Jesus: " Não temas, de agora em diante serás pescador de homens!" E logo adiante o constituiu chefe de seu grupo.

- Pense você na multidão de mãos estendidas, engasgadas em suas culpas, arrastadas num verdadeiro redemoinho de angustias, pedindo socorro. O Papa Francisco aponta para as estradas digitais congestionadas de humanidades feridas. O contexto social atual apela para nossa misericórdia... para parar com alguém, para se alegrar ou chorar juntos. Aponte para Jesus. "A cólera de Deus é somente tristeza em seu amor." (Ricoeur)

Pe. Assis

Compartilhe no Facebook
Please reload

Últimas notícias

31/10/2019

Please reload